No governo, Lula e Dilma provaram que fala de Paulo Guedes sobre salário mínimo é falsa

04/01/2021 21:45

O ministro da Economia do governo Bolsonaro é banqueiro e fala em causa própria. Lula criou uma fórmula que elevava o salário mínimo acima da inflação. Ainda assim, em seu governo foram gerados mais de 15 milhões de novos postos de trabalho com carteira assinada. E em 2014, no governo Dilma, o Brasil teve a menor taxa de desemprego da História.

Publicidade

Foto/Reprodução.
Foto/Reprodução.

Economia | O novo salário mínimo no Brasil é R$ 1.100,00. Não houve qualquer ganho real em relação ao ano de 2020. Valor corresponde somente à variação da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). 

Sobre a valorização do salário mínimo, o ministro da Economia Paulo Guedes declarou, segundo a Agência Câmara de Notícias:

"Se der aumento, vai condenar ao desemprego, milhares e talvez milhões de pessoas serão demitidas, temos que ter cuidado."

No governo, Lula e Dilma — ambos do PT —  provaram que essa afirmação do banqueiro Paulo Guedes é uma grande mentira. Veja, após o anúncio.

Lula elevou salário mínimo acima da inflação e criou 15 milhões de novos postos de trabalho com carteira assinada. E no governo Dilma, taxa de desemprego foi a menor da História

No governo Lula (PT) foi criada uma fórmula que permitia o crescimento do salário mínimo pela inflação mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB). Isto possibilitou, pela primeira vez, que houvesse um ganho real para o trabalhador. 

Mesmo com essa nova política de correção do salário mínimo, Lula conseguiu criar milhões de novos postos de trabalho com carteira assinada. "Nos oito anos do governo Lula, foram criados 15 milhões de vagas com carteira assinada, o que elevou para 43,6 milhões o número de trabalhadores no mercado formal." (site da Revista IstoÉ Dinheiro, 05/01/11 - Atualizado em 20/12/16.

Isto desmonta o discurso do Paulo Guedes de que reajuste maior no salário mínimo gera desemprego. Governo Dilma Rousseff (PT) também desmascara Paulo Guedes quanto à correção do salário e geração de emprego. Veja, após o anúncio.

Com Dilma, menor taxa de desemprego da História

Dilma Rousseff (PT) manteve a mesma política de valorização do salário mínimo criada por Lula e, mesmo assim, foi em seu governo que o Brasil teve a menor taxa de desemprego da História. Até a família Marinho teve que reconhecer. Manchete do Jornal da Globo de 30/01/2015 destacou: "Brasil encerra 2014 com a menor taxa de desemprego já registrada." O índice foi de 4,8%. 

Com Paulo Guedes e Jair Bolsonaro, taxa de desemprego já está perto de 15%, mesmo com salário mínimo reajustado apenas pela inflação. É a prova de que o atual governo só quer mesmo é enganar o povo.

Faça uma pequena doação de qualquer valor, para ajudar a cobrir os custos de manutenção do site. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...