Com Lula, mais vagas para professor, técnico e aluno em Universidades e institutos federais devem ser criadas

21/09/2021

Concursos para técnico e docente bombaram nos governos Lula e Dilma, por causa das centenas de universidades e institutos federais criados. Ex-ministro Haddad anunciou que a partir de 2023 o PT fará muito mais.

Publicidade

Durante os governos do PT, foram criadas 18 novas universidades federais, 173 campi universitários e 360 institutos federais. Caso seja reeleito, Lula pode expandir ainda mais por todo o Brasil essa importante e necessária política de educação. Foto: lula.com.br
Durante os governos do PT, foram criadas 18 novas universidades federais, 173 campi universitários e 360 institutos federais. Caso seja reeleito, Lula pode expandir ainda mais por todo o Brasil essa importante e necessária política de educação. Foto: lula.com.br

Educação | Lula (PT) deve abrir milhares de novas vagas para professor, técnico e aluno em Universidades e institutos federais, caso seja eleito novamente para a Presidência da República em 2022. 

"Lula já mostrou que é capaz. Quando governou, não ficou só no discurso, fez", diz Cézar N Fernandes — especialista em Políticas Públicas — sobre as 18 universidades federais, 173 campi universitários e 360 institutos federais criados nos governos do PT.

Haddad fala em muito mais

Em resposta à afirmação absurda do presidente Jair Bolsonaro — de que há excesso de professores no Brasil, porque o PT contratou docentes demais —, o ex-ministro da Educação de Lula e Dilma, Fernando Haddad (PT), declarou em sua conta no Twitter (17):

"Assumo que fui o responsável pela maior contratação de professores para a rede federal de educação superior e profissional da história do Brasil que hoje, segundo Bolsonaro, atrapalham o país. Aviso: faremos mais a partir de 2023!" 

Continua, após o anúncio.

Concursos bombaram

Por conta da política de expansão de novas universidades, campi e institutos federais durante os governos Lula e Dilma, concursos públicos para técnico e professor bombaram nesse período. 

Donos de cursinhos preparatórios na área da educação estavam sempre de casa cheia. "Foi um período muito bom", diz Cláudia P Moreira, professora de um desses estabelecimentos de ensino no interior de Pernambuco.

Milhares de novas vagas para alunos

Além das muitas novas oportunidades de emprego para técnico e professor, a ampliação de universidades e institutos federais durante os governo Lula e Dilma trouxeram também — obviamente — milhares de novas vagas para os estudantes.

"As universidades públicas e institutos federais, antes basicamente centralizados nas capitais dos estados, foram levados para todo o interior do país", o que praticamente fez duplicar o número de alunos entre 2003 e 2014: de 505 mil para 932 mil, segundo levantamento de assessoria do Partido dos Trabalhadores (PT).

O especialista Cézar Fernandes pondera também e por fim que a eleição de Lula pode, mais uma vez, alavancar o setor da educação pública federal. 

"Será bom para quem está habilitado a uma vaga de técnico ou professor. E claro, para os estudantes, inclusive os do interior do País, que poderão ter a oportunidade de acessar com mais facilidade uma vaga no setor federal de ensino", conclui.

Com informações de: PT.org.br


Compartilhe e curta abaixo nossa página no Facebook e Twitter, para receber atualizações sobre este tema. E aproveite para deixar também uma pequena doação.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - Celular 86988453625 João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre educação

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.