Pulha | Prefeito bolsonarista chama docentes de 'galinhas cacarejadoras'! Acesse...

24/10/2019 18:48

Publicidade

Educação / Agressor chegou a ser cotado para vice na chapa de Bolsonaro em 2018. E quando foi governador, não pagava salários em dia e debochava das professoras, dizendo que 'até menstruação atrasa'.

COMPARTILHE!

Imagem: Portal O Dia
Imagem: Portal O Dia

O ex-senador e ex-governador Mão Santa (SD) agrediu de forma canalha dezenas de trabalhadoras em educação que protestavam contra atraso de salários. O velho político piauiense é atualmente prefeito de Parnaíba-PI e disse que as manifestantes são "galinhas cacarejadoras". Em 2018, Mão Santa foi cotado para vice na chapa de Bolsonaro e nunca gostou de pagar salários do funcionalismo em dia. Também sempre foi useiro e vezeiro em agredir servidores públicos. Quando foi governador — na década de 1990 — "justificativa" atrasos nos salários com o "argumento" de que "até menstruação atrasa". O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica no Piauí — SINTE-PI — lançou uma Nota de Repúdio contra o agressor aliado de Jair Bolsonaro. Leia, após o anúncio.

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica no Estado do Piauí - SINTE/PI, entidade que representa mais de 40 mil trabalhadores em educação em sua base, vem a público protestar e repudiar a postura do prefeito municipal de Parnaíba-PI, senhor Francisco de Assis Morais Sousa (Mão Santa), por mais uma vez demonstrar e externar em redes sociais seu total desrespeito para com as trabalhadoras em educação ao chama-las de "galinhas cacarejadoras".

Tal fato se deu após as trabalhadoras em educação, através do SINTE - Regional de Parnaíba, realizarem um protesto com passeata pelas principais ruas do centro de Parnaíba denunciando o atraso e exigindo o pagamento dos salários dos aposentados da educação. Atraso este que vem sendo prática constante no município de Parnaíba desde que o gestor Mão Santa assumiu a prefeitura em 2016. Continua, após o anúncio.

É repugnante e lamentável ver que um gestor destrata as servidoras da educação sem qualquer brio ou decoro, em observância à sua condição de autoridade pública. Não é a primeira vez que tal fato acontece, Mão Santa, durante uma solenidade numa escola, chegou a chamar as professoras de ladras e vagabundas, e agora de "galinhas cacarejadoras".

Mão Santa não tem direito e nem moral de insultar ou desrespeitar qualquer servidor que esteja em defesa dos seus direitos. A propósito em 2001, Mão Santa foi o primeiro governador a ser cassado na história do Brasil pelo TSE, por abuso de poder político e econômico. Fica a dúvida: Para onde está indo o dinheiro que seria para pagar os servidores aposentados de Parnaíba-PI?

O SINTE-PI e o Núcleo Regional de Parnaíba jamais irão permitir que destratem os trabalhadores em educação. Tomaremos todas as providências cabíveis junto aos órgãos competentes para que abusos como este não tornem a acontecer.

Primamos por respeito e diálogo. Atitudes repulsivas como esta não são e nem serão permitidas dentro de uma democracia, respeito acima de tudo.

Teresina (PI), 24 de outubro de 2019

Diretoria SINTE/PI e Regional Parnaíba

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...