A fala criminosa de Paulo Guedes que a Globo não mostrou no Jornal Nacional

24/05/2020

Ministro agride servidor público, fala em ganhar dinheiro usando recursos do povo para salvar grandes empresas e mostra plano para criar trabalho escravo no País.

COMPARTILHE!

Publicidade

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Economia | O site VIOMUNDO reuniu quatro importantes trechos da reunião ministerial de 22 de abril que a Globo não quis mostrar em seu Jornal Nacional. Neles, Paulo Guedes fala de forma criminosa contra os interesses da maioria da população. Ministro chama servidor público de inimigo, fala em ganhar dinheiro usando recursos do povo para salvar grandes empresas e anuncia plano para criar trabalho escravo no País. Veja, após o anúncio.

Os trechos que a Globo ocultou

1. Ganhar dinheiro usando recursos públicos para salvar grandes empresas: "Nós vamos botar dinheiro, e vai dar certo e nós vamos ganhar dinheiro. Nós vamos ganhar dinheiro usando recursos públicos pra salvar grandes companhias. Agora, nós vamos perder dinheiro salvando empresas pequenininhas."

2. Jogar granada no colo do servidor, a quem chama de inimigo. Ver vídeo:

Continua, após o anúncio.

3. Criar trabalho com salário mensal de R$ 200"Faz ginástica, canta o hino, bate continência. De tarde, aprende, aprende a ser um cidadão, pô! Aprende a ser um cidadão. Disciplina, usar o ... usar o tempo construtivamente, pô! É ... voluntário pra fazer estrada, pra fazer isso, fazer aquilo. Sabe quanto custa isso? É duzentos reais por mês, um milhão de cá, duzentos milhões, pô! Joga dez meses aí, dois bi. Isso é nada! Então, nós vamos pegar na reconstrução, nós vamos pegar um bilhão, dois bilhões e contrata um milhão de jovens aqui."

4. Disse que vai privatizar logo essa "porra" do Banco do Brasil.

COMPARTILHE!

Faça uma pequena doação de qualquer valor, para ajudar a cobrir os custos de manutenção do site. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Benefício será depositado na conta de professores e todos os demais servidores da educação ainda neste mês de dezembro. Detalhe do anúncio mostra que não é só do Fundeb que há sobras de recursos, algo que deve ser observado pelo magistério de todo o Brasil.
Medidas visam adequar prefeitura de Teresina à Reforma da previdência criada pelo presidente Jair Bolsonaro, do qual o prefeito José Pessoa (MDB) é forte aliado. Direção do Sindserm-THE chama mobilização para Câmara Municipal, com o intuito de barrar as horrendas iniciativas.
Magistério de estados e municípios deve pressionar gestores sobre recursos, pois aprovação de lei sobre como proceder ao rateio encerra dia 31 deste mês, vez que dinheiro que sobrar deve ser devolvido em forma de abono ao magistério ainda neste ano. Vereadores e deputados estaduais devem ser acionados o quanto antes. O recesso parlamentar se...