ATÉ 15/04. Bancos fazem mutirão para renegociar dívidas

15/03/2024

Poderão ser renegociadas dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e outros.

Sexta, às 21:17


Compartilhe a matéria

  • De olho no dinheiro dos brasileiros, e querendo receber grana que já deram como perdida, A Federação Brasileira de Banco (FEBRABAN) abre mutirão até 15 de abril para renegociação de dívidas. Segundo matéria da Agência Brasil desta sexta-feira (15), "poderão ser negociadas dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e demais modalidades de crédito contraídas de bancos e outras instituições financeiras, que estejam em atraso e não possuam bens dados em garantia ou prescritas."

Continua, após o anúncio.

Imagem: Webnode.
Imagem: Webnode.

Tópicos relacionados:


Tratativas

Agência Brasil diz também que "as tratativas poderão ser feitas diretamente com a instituição financeira, em seus canais oficiais, ou pelo portal consumidor.gov.br, da Senacon. Nesse último caso, o consumidor precisa ter uma conta no Gov.br, o portal de serviços do governo federal, com nível Prata ou Ouro."

Matéria continua...


Pix CEF

pix@deverdeclasse.org

João R P Landim Nt  


Pix Vakinha

3435969@vakinha.com.br

João Rosa Paes Landim Neto 

Outros canais

Diz ainda a matéria que "também é possível recorrer ao Sistema Nacional de Atendimento ao Consumidor – Proconsumidor, que reúne os pedidos e reclamações recebidos pelos Procons e defensorias públicas de todo o país. Essas entidades ficarão responsáveis pelos procedimentos de notificação, interlocução com os bancos e resolução da negociação."



Mais recentes do tópico dinheiro:


Mais vinte destaques no Brasil e no mundo...

1985. Morte de Tancredo Neves, primeiro quase presidente civil após o fim da ditadura militar instalada no Brasil em 1964.

1980. Durante a ditadura militar, o então líder sindical Luís Inácio Lula da Silva é preso por liderar uma famosa greve operária no ABC paulista.

2016. Câmara dos Deputados afasta a presidenta Dilma do cargo e dá início oficial ao golpe que levou Michel Temer e Jair Bolsonaro ao poder.

1917. Lenin volta de seu exílio na Suíça e, após chegar em Petrogrado, lança suas famosas "Teses de Abril, documento que daria origem à URSS.