"Professor(a), não vote em caloteiros do magistério", diz docente

06/07/2024

Educadora enviou sugestiva carta aberta para publicação no Dever de Classe, onde defende boicote nas eleições municipais contra quem desrespeita direitos dos professores

Compartilhe!


PIX Caixa: 

pix@deverdeclasse.org

PIX Vakinha:

3435969@vakinha.com.br

Sua contribuição é crucial, pois ajuda na cobertura dos custos mensais da página, para que possamos mantê-la atualizada. Obrigado.

m sucinta Carta Aberta enviada com exclusividade ao Dever de Classe para publicação, a professora pernambucana Noêmia C Almeida faz um sugestivo apelo aos seus colegas educadores: "Nas eleições municipais que se aproximam, não ajude a eleger ou reeleger caloteiros do magistério". 

Confira íntegra e divulgue!

Meus colegas professores de todo o Brasil:

As eleições municipais se aproximam. Como sempre, candidatos a prefeito e vereador querem nossos votos. Dizem, também como sempre, que vão valorizar principalmente a educação e quem atua na sala de aula. Atenção! Veja quem fala. 

Verifique se: 

  • O sujeito ou sujeita tem algum trabalho ou luta concreta em defesa da nossa área e de nossa profissão. Se não tiver, é bom desconfiar.
  • É aliado de políticos atuais que não respeitam a Educação e os direitos de seus profissionais. Pule fora.
  • É de partidos que defendem privatizações. Candidatos assim não costumam ter compromissos com o setor público. Passe longe.
  • Já é eleito e vota contra nossos interesses. Não vote e faça campanha contra.

Vamos fazer nossa parte, para não ficarmos só nas lamentações depois.

Um forte abraço da Noêmia!

Anúncio

Compartilhe!

Tópicos relacionados:

Dez matérias mais recentes:

Projeto aprovado na Câmara é praticamente o mesmo criado no governo do golpista Michel Temer e só atende a interesses de privatistas. Estudantes terão de conviver com o monstrengo dos itinerários (de)formativos, e docentes terão sobrecarga de trabalho.