Perigo da Covid-19 nos dias das provas deveria adiar novamente Enem 2020

10/12/2020

COMPARTILHE!

Publicidade

Em enquete, internautas dizem que risco de muitas contaminações nos dias das provas é muito grande.

Poder público garantirá mesmo a segurança dos candidatos nos dias das provas? Imagem: aplicativo Canva.
Poder público garantirá mesmo a segurança dos candidatos nos dias das provas? Imagem: aplicativo Canva.

Educação | As provas do Enem 2020 impresso — presencial — estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021, conforme cronograma do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira — Inep. São quase 6 milhões de candidatos em todo o País. Maioria deles e seus familiares estão apreensivos por conta da pandemia de Covid-19 e muitos têm medo de contaminação nos dias do Exame. Vacina ainda está indefinida, casos de infecções, reinfecções e óbitos continuam em alta e não há confiança total de que medidas de segurança serão adotadas nos locais das provas para afastar o perigo da doença. Não são poucos os que defendem que o Enem 2020 seja novamente adiado. Após o anúncio, vote na enquete e dê também sua opinião sobre o tema.

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Faça uma pequena doação de um valor qualquer para que possamos continuar a manter este site aberto. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Doar com PagSeguro

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes...

Prefeitos e governadores querem empurrar a questão até próximo das eleições, quando dirão, também de forma descabida, que correção salarial estará proibida. Professores não devem iniciar o ano letivo para garantir o direito no máximo até fevereiro, aconselha especialista.
Professora Dorinha é presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e diz que não há lacuna para que o percentual de 33,23% não seja cumprido urgentemente, tal como reza a lei 11.738/2008. O Dever de Classe entrou em contato com a assessoria da parlamentar e obteve mais informações sobre as ações que poderão ser feitas.