Urgente | Moro se entrega no Fantástico e volta atrás, após alerta de jornalista! Leia e compartilhe...

12/11/2018 07:53

Juiz Sérgio Moro se contradiz, volta atrás e fica mais desacreditado ainda / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Juiz Sérgio Moro se contradiz, volta atrás e fica mais desacreditado ainda / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ao assumir que é um político e depois negar no minuto seguinte, Moro só comprova que é uma mentira atrás da outra

Política | Em entrevista ontem (11) ao Fantástico — da Rede Globo — o juiz Sérgio Moro se entregou sem querer e assumiu que é um político como outro qualquer, ao contrário do que costuma pregar para tapear seus incautos seguidores. Para a jornalista Adriana Abritta, declarou: 

"Eu não falto com a verdade, não sou um político que minto", disse ao ser indagado se poderia se candidatar futuramente à presidência da república. Ou seja, o ex-chefe da lava-jato assumiu que é um político. Apenas ressaltou que é um político que não mente. Ao ser alertado pela repórter, tentou em vão se explicar e falou: "Não sou político e não minto". Na prática, se complicou ainda mais. (Continua, após o anúncio).

As contradições do juiz

Ao aceitar super ministério da Justiça no futuro governo Bolsonaro, o juiz Sérgio Moro demonstrou toda a sua parcialidade e desonestidade como ex-chefe da lava-jato e algoz do presidente Lula. O cargo é eminentemente de confiança e 100% político. Não existe essa questão de cargo apenas "técnico", como Moro diz.

Sobre isso, conforme opinião de analistas políticos das mais diversas correntes de pensamento, Moro na verdade sempre fez política e não justiça com a operação comandada de Curitiba. Agora, recebeu seu prêmio por ter tirado Lula do páreo eleitoral de 2018, o que ajudou o capitão reformado do Exército a ganhar as eleições. Em síntese: Moro é uma mentira atrás da outra.

Leia também: