Mensagens | Moro não sabe usar os "porquês" e leva novo corretivo de professora! Acesse...

16/06/2019 13:12

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

"Esse doutorzinho é mesmo um incorrigível"

Educação | Uma professora aposentada tem se dedicado a investigar os erros de português cometidos por Sérgio Moro nas mensagens que o ex-juiz trocou com Deltan Dallagnol e outros procuradores que atuam ou atuaram na Lava-Jato. Ela já descobriu vários 'crimes' cometidos pelo atual ministro da Justiça quanto ao uso da língua. Ver AQUI.

A professora declarou que esteve meio adoentada e não analisou ainda o último material divulgado pelo The Intercept Brasil no dia 14. No entanto, afirma que bastou dá uma rápida olhada para ver que Moro não sabe usar os "porquês".

Veja o erro, após o anúncio.

Mensagens de Moro ao procurador Santos Lima:

"Talvez vcs amanha devessem editar uma nota esclarecendo as contradições do depoimento com o resto das provas ou com o depoimento anterior dele" (O Globo, 14/06)

"Por que a Defesa já fez o showzinho dela." (O Globo, 14/06) 

Comentário da professora:

"O ex-juiz Moro usou por que (separado e sem acento) quando deveria ter usado porque (junto e sem acento), uma vez que sua intenção era justificar a orientação criminosa dada ao procurador Santos Lima. Usa-se o porque junto e sem acento quando se justifica algo ou se dá uma resposta. 

Por que tal como o ex-juiz usou, separado e sem acento, deve ser usado basicamente no início de perguntas ou no meio de frases, quando puder ser substituído por pelo qual ou pela qual, no singular ou plural. Em nenhum desses casos a frase do Moro se encaixa. Se após por que separado e sem acento couber a palavra motivo ou razão, ele também é o indicado. Esse doutorzinho é mesmo um incorrigível."

Postagens mais recentes: