Internautas opinam sobre se vacina deve ou não ser obrigatória

21/12/2020

O presidente Bolsonaro tem ajudado a desinformar sobre a necessidade da vacinação contra a Covid-19, o que induz muitos de seus seguidores a dizer que não querem se imunizar.

Publicidade

Presidente Bolsonaro e Eduardo Pazzuelo, ministro da Saúde. Dupla ineficaz no combate à Covid-19. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Presidente Bolsonaro e Eduardo Pazzuelo, ministro da Saúde. Dupla ineficaz no combate à Covid-19. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Saúde | O Brasil caminha a passos largos para chegar a 200 mil óbitos por Covid-19 e a 10 milhões de infectados. Enquanto isso, o presidente Bolsonaro e Eduardo Pazzuelo, ministro da Saúde, continuam a brincar com a doença. O chefe maior do País desdenha da pandemia e prega contra a vacinação obrigatória. E o ministro diz que comprará o remédio se houver demanda.

Muitos brasileiros, influenciados por Bolsonaro, dizem que não querem se vacinar, como atestou recente pesquisa do Datafolha: 23% disseram não à vacinação obrigatória. Após o anúncio, vote na enquete e dê também sua opinião sobre o tema.

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Faça uma pequena doação de qualquer valor, para ajudar a cobrir os custos de manutenção do site. Caso não possa ou não queira colaborar, continue a nos acessar do mesmo jeito enquanto estivermos ativos. Gratos.

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Destaque para nomeação de Hitler como chanceler da Alemanha; nascimento de Lewis Carrol, autor de "Alice no País das Maravilhas; nascimento de Mozart; Libertação de Auschwitz, na Polônia; tragédia na boate Kiss e término oficial da Guerra do Vietnam.
Há recursos carimbados do Fundeb — em alta — desde 2021. Complemento da União sobe de 15% para 17%, e veto garante reposição de dinheiro perdido em 2022 por conta da redução na alíquota de ICMS. E ainda tem o Art. 4º da Lei 11.738/2008 a favor dos 14,95%.
Destaque para Independência do Peru, Concílio de Trento, mudança do nome de Petrogrado para São Petesburgo, maior diamante do mundo, nascimento de Angela Davis — filósofa socialista estadunidense, inauguração da General Motors no Brasil.