Deputada que disse que os professores do país não sabem dar aula foi punida por 'plagiar' mais de 60 reportagens! Leia e compartilhe...

27/02/2019 15:07

"O Sindicato dos Jornalistas do Paraná (SindijorPR) decidiu impedir, definitivamente, o ingresso de Joice Hasselmann no quadro da entidade, após comprovação de plágio."

Educação | A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) — líder do governo Bolsonaro no Congresso — disse recentemente em um vídeo que os professores brasileiros não sabem dar aula. Por isso, disse ela também, é um erro o governo colocar mais dinheiro na educação. 

Pois bem. Recentemente, essa mesma parlamentar foi punida pelo Sindicato dos Jornalistas do Paraná (SindijorPR) por, segundo essa entidade divulgou, plagiar 65 reportagens escritas por outros jornalistas. Hasselmann é também dessa área.

De acordo com matéria publicada na Revista Fórum, em junho de 2015: "O Sindicato dos Jornalistas do Paraná (SindijorPR) decidiu impedir, definitivamente, o ingresso de Joice Hasselmann no quadro da entidade, após comprovação de plágio. O sindicato aceitou a decisão do Conselho de Ética do Paraná (CEP) e ela não poderá utilizar serviços e benefícios concedidos a outros profissionais da área." Continua, após o anúncio.

Diz ainda a Fórum: 

"Ficou comprovado que a jornalista plagiou 65 reportagens, escritas por 42 pessoas diferentes, somente entre os dias 24 de junho e 17 de julho de 2014. A investigação vinha sendo feita pelo CEP depois que vários veículos solicitaram apuração sobre o caso. O processo contra ela tem, ao todo, mais de 100 páginas."

"A direção do SindjorPR rechaçou a atitude de Hasselmann, que teria se apropriado do trabalho intelectual de colegas de profissão, como se fosse a autora das reportagens, quando mantinha uma página na internet denominada 'Blog da Joice'." 

Antes de ser deputada, Joice Hasselman passou pela Rádio BandNews e TV Record, na capital paranaense, e atuou também como apresentadora da Veja.com. Em sua passagem pela Veja, angariou a antipatia do jornalista Reinaldo Azevedo, que inclusive já a chamou de 'burra' e 'loura do banheiro'.

Leia também: