Conforme antecipamos, MEC anuncia o reajuste mais baixo no piso dos professores! Saiba mais e compartilhe...

28/12/2017
Mendonça Filho (DEM-PE), inimigo da educação pública do País. Foto: Agência Brasil
Mendonça Filho (DEM-PE), inimigo da educação pública do País. Foto: Agência Brasil

DA REDAÇÃO | Conforme antecipamos,  o MEC anunciou hoje (28) o reajuste de 6,81% no piso nacional dos professores para 2018. É o menor percentual de correção desde que esse direito começou a vigorar, em 2009. (Ver evolução após o anúncio).

Continua após o anúncio

Linear e a partir de 1º de janeiro

O reajuste de 6,81% deve ser aplicado no salário-base de todos os professores da educação básica pública de estados e municípios do País. E a correção é linear, isto é, todos têm direito ao mesmo percentual de reajuste, independentemente de quanto já seja a remuneração que o educador tenha.

Compartilhe com seus amigos e curta nossa página, para receber atualizações sobre este e outros temas!

LEIA TAMBÉM:

Professora diz que, mesmo com reajuste de 33,23%, não está fácil pagar gasolina a quase R$ 10,00 e gás de cozinha em torno de R$ 140,00. Educadora pede que o presidente faça alguma coisa para resolver o problema.
Dados da Secretaria do Tesouro Nacional e do Banco do Brasil mostram tendência de crescimento nas verbas do FPM e Fundeb, fenômeno que vem desde janeiro de 2021. Prefeitos e governadores podem perfeitamente, por exemplo, hornar reajustes salariais para o funcionalismo, em particular em relação ao índice de 33,23% do magistério.