Aposentado desde os 33 anos, Bolsonaro ganha outra aposentadoria e pode levar quase R$ 75 mil por mês

23/02/2019
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Como o chefe do governo pode querer exigir sacrifícios dos brasileiros se ele próprio é cheio de regalias às custas dos cofres públicos? 

Bolsonaro | Segundo matéria publicada no site do Estadão (15), o presidente Jair Bolsonaro adquire agora em fevereiro direito a nova aposentadoria de R$ 33.763. Regalia é recompensa pelo tempo em que atuou como deputado.


Acumulação 

Como capitão reformado do Exército desde os 33 anos, Bolsonaro já é aposentado com benefício de quase R$ 10 mil. Com duas aposentadorias acumuladas e mais salário de presidente — R$ 30.934,70 — o capitão pode levar todo mês quase R$ 75 mil dos cofres públicos.


Rigor para os trabalhadores

O presidente cheio de regalias, no entanto, define no Congresso uma reforma da Previdência Social que na prática acaba a aposentadoria dos trabalhadores. Em muitos casos, as pessoas morrerão antes de se aposentar.

Leia também:

Montante é 12,32% a mais que o recebido no mesmo período de 2022. Levando-se em conta que o reajuste do magistério deste ano (14,95%) é 18,29% menor que o de 2022 (33,24%), nada justifica dizer que não há dinheiro para a correção salarial deste 2023.
Com o Fundeb, montante sobe para 5,8 bi, isto é, 1,2 bi a mais. Recurso é referente ao 3º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês de janeiro, maior 23,65% em relação ao mês período de 2022. Dados mostram que é possível cumprir reajuste do magistério deste 2023.
Não é pouco dinheiro. Só de salário, em 2022 foram R$ 260.717.886. Em 2023, parlamentares já tiveram 16,37% de aumento neste mês de janeiro e terão mais 6,12% em abril, o que elevará a conta ainda mais. Isto sem falar nas incontáveis outras regalias que têm. Confira tabela.