Absurdo | Único almoço do Zero 3 nos EUA daria para pagar refeição para 415 pessoas! Acesse...

01/09/2019
Imagens: reprodução
Imagens: reprodução

Dinheiro | O ex-futuro e fracassado embaixador Eduardo Bolsonaro — o Zero 3 — torrou mil dólares num único almoço em Washington, Estados Unidos. Informação está no site Pragmatismo Político. Pela cotação do dólar de hoje (1), quantia equivale a R$ 4.115,00, valor suficiente para comprar 415 quentinhas a R$ 10,00 cada, preço médio na maioria do país.

Ou seja, em apenas uma refeição, o filhinho de papai consumiu em dinheiro o que daria para alimentar 415 pessoas de baixa renda. Continua, após o anúncio.

Compensaram um não com passeios e gastança

Eduardo foi aos EUA em companhia de Ernesto Araújo, o obtuso ministro das Relações Exteriores. O objetivo era pedir novamente a bênção de Donald Trump para a indicação do Zero 3 ao cargo de embaixador naquele país. Trump não se dispôs sequer a tirar uma foto com os dois puxa-sacos. Para compensar, "fizeram diversos passeios na capital norte-americana e almoçaram em uma sala reservada de um dos restaurantes à beira do canal que leva ao rio Potomac." Continua, após o anúncio.

Paella e sangria

Foi nesse local, mais precisamente no chique restaurante Del Mar, que o Eduardo pagou os mil dólares por um único almoço. O Del Mar é do famoso chef italiano Fabio Trabocchi. Foram pedidas quatro porções de paella. E a bebida servida foi sangria


Fuga

"No final, para escapar da imprensa, Eduardo Bolsonaro saiu do 'Del Mar' pela porta da cozinha, nos fundos do restaurante."

Com informações de: Pragmatismo Político

Postagens mais recentes do site:

Educadores repudiam descontos de salários e querem que o Sinte-Pi promova ação prática e urgente para que a governadora Regina Sousa (PT) reponha imediatamente o dinheiro cortado dos professores. Docentes exigem também que lotação original seja mantida.
No capitalismo, guerras são negócios, fome é negócio, crianças e idosos são negócios, miséria é negócio, "beleza" e "feiúra" são negócios, violência física e moral são negócios, o corpo é negócio, pessoas são negócio. Tudo é negócio...
"A lei do piso se transformará em mais uma norma sem sentido real". "Decisão se estenderá a todos os entes — estaduais e municipais." Ministro "Xandão" chegou a conclusão inusitada após embarcar em "informações e tese distorcidas prestadas pelo Estado do Pará". Avaliação consta em nota assinada pelo experiente advogado Walmir Brelaz, do Sintepp/Pa....