Inferno | "Moro é hoje uma fritura ambulante", diz um dos maiores colunistas do país! Acesse...

01/09/2019

Política | "O inferno de Moro, uma tragédia brasileira". Este é o título do artigo que o colunista Elio Gaspari — um dos maiores do país para a burguesia — publicou hoje (1) no Globo. No texto, Gaspari disse que Moro fez uma escolha arriscada ao trocar o cargo de juiz pelo de ministro.


Bife

Diz o articulista: "Quem já fritou um bife sabe que é preciso virar a carne, para não queimá-la. Moro é hoje uma fritura ambulante. Fritam-no (ou frita-se) no Planalto, no Congresso e no Judiciário." A fritura ocorre sobretudo por parte de Bolsonaro, deixa claro GaspariContinua, após o anúncio.

"Faço-porque-posso"

Elio Gaspari diz também em seu artigo que Moro cometeu uma série de abusos na Lava Jato, sob o argumento do "faço-porque-posso". O ex-juiz escorava-se em sua larga popularidade de então.


Mudança climática

"O doutor não percebeu a mudança climática a que se submeteu trocando Curitiba por Brasília. Era um juiz que encarnava o combate à roubalheira e, junto com os procuradores, era também a melhor fonte de notícias",  diz o articulista. Continua, após ao anúncio.

Conta

Gaspari conclui:

"[Mas] para Moro, a conta do "faço-porque-posso" veio na semana passada, com a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal."

O articulista se refere à anulação de uma sentença que Moro dera condenando Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil

Postagens mais recentes:

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...
No final, o monstro assassino é derrotado, morre... Mas volta para dar mais um susto na plateia.
Ao todo, percentual de corte chega a 96% para 2023, o que é um enorme prejuízo para as crianças e profissionais que atuam na área. Educação de Jovens e Adultos (EJA) também foi tesourada em 56% de suas verbas. Um massacre em toda a Educação Básica