Hoje na História: 17 de Fevereiro

17/02/2023

Encerramento da Semana de Arte Moderna, morte de Darcy Ribeiro, condenação de Giordano Bruno e outros fatos históricos.

Darcy Ribeiro, grande intelectual brasileiro. Foto/reprodução..
Darcy Ribeiro, grande intelectual brasileiro. Foto/reprodução..

Hoje na História - Alguns fatos de 16 de fevereiro:

em 17 de fevereiro de 1997

Morte de Darcy Ribeiro, antropólogo, político e escritor brasileiro. O grande intelectual atuou inicialmente na área da antropologia. Depois, passou a trabalhar com educação. Em 1962, com apenas 29 anos, tornou-se ministro dessa pasta, durante o governo João Goulart.

Darcy produziu muitos livros e virou imortal da Academia Brasileira de Letras. Ocupou a cadeira de nº 11 da ABL, em 1993. Foi também poeta. Entre suas obras mais destacadas: O Povo Brasileiro: A Formação e o Sentido do Brasil, Os índios e a civilização, O processo civilizatório — etapas da evolução sócio-cultural, Utopia selvagem e Configurações histórico-culturais dos povos americanos.

Na educação, criou universidades, centros culturais e os Centros Integrados de Educação Pública, os Cieps, nos dois governos de Leonel Brizola, no Rio de Janeiro (1983 - 1987 e 1991 - 1994). 

Muitas de suas diversas obras foram traduzidas para vários idiomas. Darcy ainda produziu obras etnográficas e de defesa da causa indígena. Em seu último ano de vida, dedicou-se a organizar a Universidade Aberta do Brasil, com cursos de educação à distância, e a Escola Normal Superior, para a formação de professores de primeiro grau.

Um gigante, sem dúvidas.

em 17 de fevereiro de 1922

Encerramento da Semana de Arte Moderna, um dos maiores eventos históricos e artísticos do Brasil no século XX. O evento correu no Teatro Municipal - em São Paulo - e durou cinco dias, nos quais se abordou pintura, escultura, poesia, literatura e música.

Entre os nomes de destaque que participaram do evento: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Víctor Brecheret, Plínio Salgado, Anita Malfatti, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos,Tácito de Almeida e Di Cavalcanti. Por estar em Paris - Tarsila do Amaral - grande pilar do modernismo brasileiro, não participou do encontro.

em 17 de fevereiro de 1945

Condenado por Heresia, Giordano Bruno é queimado na fogueira. O teólogo, filósofo, escritor e frade dominicano italiano havia sido condenado pelo tribunal da Inquisição Romana. Seu julgamento durou oito anos. Ele foi acusado de negar várias doutrinas católicas, incluindo a danação eterna, a Santíssima Trindade, a divindade de Cristo, a virgindade de Maria e a transubstanciação.

em 17 de fevereiro de 1972

Fusca se torna o carro mais vendido no mundo. Ao sair da linha de montagem, o 15.007.034º popular carro da Volkswagen quebra um recorde na produção mundial de carros detida por mais de quatro décadas pelo icônico Modelo T da Ford Motor Company, produzido de 1908 a 1927. No Brasil, fez muito sucesso. Tanto que o ex-presidente Itamar Franco (1992 e 1995 tentou reeditá-lo, mas o projeto não foi adiante.

Continua, após o anúncio. 

em 17 de fevereiro de 1925

Nascimento do escritor, redator e roteirista Marcos Rey. Como redator de programas de televisão, adaptou para TV os clássicos "A Moreninha", de Joaquim Manuel de Macedo e o "Sítio do Pica-pau Amarelo", de Monteiro Lobato.

Siga nossas redes sociais e receba atualizações!

Siga-nos!

Cremos que você gosta de nossas publicações e quer nosso site sempre atualizado. Por isso, ajude com uma doação, pois temos vários custos a honrar todos os meses. Sem seu apoio, ficamos inviabilizados de dar sequência com regularidade ao nosso trabalho. Gratos, antecipadamente.

Chave para Pix

E-mail: pix@deverdeclasse.org

João R P Landim Nt

Colabore no Vaquinha

PIX

E-mail: 3435969@vakinha.com.br

Hoje na História

1932. O mafioso Al Capone começa, em Atlanta, a cumprir uma sentença de onze anos de prisão por sonegação de impostos.

1979. Margaret Thatcher vence as eleições gerais do Reino Unido e torna-se a primeira mulher a ser primeira-ministra britânica.

1997. Morte de Paulo Freire, um dos gigantes da cultura e educação mundial. Por mais que tentem, fascistas nunca irão apagar seu enorme valor e legado.