Líder esclarece sobre piso do magistério e desmistifica propaganda do governador!

06/02/2020

COMPARTILHE!

Educação / "O que o governo fez foi repassar para mais de 90% dos Professores apenas 5% de reajuste", explica o professor. 

Publicidade

Professor João Correia orienta trabalhadores durante ato realizado em Teresina-Pi. Foto/Reprodução
Professor João Correia orienta trabalhadores durante ato realizado em Teresina-Pi. Foto/Reprodução

Circula em todo o País notícia de que o governador Flávio Dino (PCdoB) cumpriu o reajuste do magistério e teria inclusive ido além disso, ao conceder mais de 17% de aumento salarial para os educadores. 

Segundo esclarecimentos do professor João Correia, no entanto, isto não é verdade. O docente explica que o reajuste no Maranhão foi de apenas 5% para 90% dos professores, o que fere a lei nacional do piso do Magistério. 

Dirigente do Sinte-Pi, Correia é historiador e uma uma das principais lideranças do magistério no Brasil, além de ser um estudioso da educação mundial. Continua, após o anúncio.

Lei

A legislação obriga prefeitos e governadores a pagar a atualização salarial de forma linear, isto é, o percentual de 12,84% tem que ser aplicado para todos, e não apenas para parcela mínima da categoria.

Conforme tabela divulgada pelo Sinproessema, o governador Flávio Dino, tal como esclarece o professor João Correia, de fato não honrou a correção do piso, pois apenas os professores Classe C das referências 6 e 5 foram contemplados com reajuste que se enquadra na lei do piso. Continua, após o anúncio.

É preciso considerar, entretanto, que Dino é o único governador até agora que pelo menos teve a dignidade de apresentar uma proposta de reajuste salarial para o magistério em 2020. 

E também não há dúvidas de que o Maranhão paga um dos melhores salários para os professores em todo o Brasil. 

Isto, na verdade, é o resultado de muitas lutas dos profissionais do magistério desse Estado.

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Deixe de aterrorizar os brasileiros com suas ameaças. Aceite que a maioria do povo não o quer mais. Vá rezar, se benzer, tomar um banho de sal grosso no lombo. Peça perdão por seus crimes cometidos na presidência. O Brasil quer é Lula de novo", diz um dos trechos enviado pela docente.
Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...