Líder esclarece sobre piso do magistério e desmistifica propaganda do governador!

06/02/2020

COMPARTILHE!

Educação / "O que o governo fez foi repassar para mais de 90% dos Professores apenas 5% de reajuste", explica o professor. 

Publicidade

Professor João Correia orienta trabalhadores durante ato realizado em Teresina-Pi. Foto/Reprodução
Professor João Correia orienta trabalhadores durante ato realizado em Teresina-Pi. Foto/Reprodução

Circula em todo o País notícia de que o governador Flávio Dino (PCdoB) cumpriu o reajuste do magistério e teria inclusive ido além disso, ao conceder mais de 17% de aumento salarial para os educadores. 

Segundo esclarecimentos do professor João Correia, no entanto, isto não é verdade. O docente explica que o reajuste no Maranhão foi de apenas 5% para 90% dos professores, o que fere a lei nacional do piso do Magistério. 

Dirigente do Sinte-Pi, Correia é historiador e uma uma das principais lideranças do magistério no Brasil, além de ser um estudioso da educação mundial. Continua, após o anúncio.

Lei

A legislação obriga prefeitos e governadores a pagar a atualização salarial de forma linear, isto é, o percentual de 12,84% tem que ser aplicado para todos, e não apenas para parcela mínima da categoria.

Conforme tabela divulgada pelo Sinproessema, o governador Flávio Dino, tal como esclarece o professor João Correia, de fato não honrou a correção do piso, pois apenas os professores Classe C das referências 6 e 5 foram contemplados com reajuste que se enquadra na lei do piso. Continua, após o anúncio.

É preciso considerar, entretanto, que Dino é o único governador até agora que pelo menos teve a dignidade de apresentar uma proposta de reajuste salarial para o magistério em 2020. 

E também não há dúvidas de que o Maranhão paga um dos melhores salários para os professores em todo o Brasil. 

Isto, na verdade, é o resultado de muitas lutas dos profissionais do magistério desse Estado.

Vote na enquete!

COMPARTILHE!

Curta nossa página e receba atualizações sobre este e outros temas!

Anúncio

Mais recentes...

Destaque para nomeação de Hitler como chanceler da Alemanha; nascimento de Lewis Carrol, autor de "Alice no País das Maravilhas; nascimento de Mozart; Libertação de Auschwitz, na Polônia; tragédia na boate Kiss e término oficial da Guerra do Vietnam.
Há recursos carimbados do Fundeb — em alta — desde 2021. Complemento da União sobe de 15% para 17%, e veto garante reposição de dinheiro perdido em 2022 por conta da redução na alíquota de ICMS. E ainda tem o Art. 4º da Lei 11.738/2008 a favor dos 14,95%.
Destaque para Independência do Peru, Concílio de Trento, mudança do nome de Petrogrado para São Petesburgo, maior diamante do mundo, nascimento de Angela Davis — filósofa socialista estadunidense, inauguração da General Motors no Brasil.