FOLHA | Para o tucano Armínio Fraga, povo, Dilma e Lula é que atrapalham o país! Leia e compartilhe...

08/08/2017 09:09

Fraga diz que o Brasil era um paraíso nos tempos de FHC

DA REDAÇÃO | O tucano, defensor das reformas de Michel Temer (PMDB) e antipovo Armínio Fraga, um dos economistas mais festejados da reacionária direita brasileira, sugere em entrevista à Folha de São Paulo (8) que o povo, Lula e Dilma atrapalham a economia do País. 


Trechos

Sobre Dilma: "Acho que vem uma recuperação por aí, com a queda dos juros e certa tranquilidade que vem desde o impeachment de Dilma [Rousseff]. Com certeza a saída dela ajudou muito."

Sobre Lula: "Se Lula for candidato, vai voltar ao mesmo padrão de mentiras e promessas de antes. Ele declarou outro dia que nunca o Brasil precisou tanto do PT quanto hoje. Para quê? Para quebrar de novo? Para enriquecer todos esses que estão aí mamando há tanto tempo?"

Medidas amargas para o povo

Fraga sugere ainda na entrevista que o Brasil precisa dar continuidade às reformas do desgoverno Temer e adotar mais medidas 'amargas' contra o povo, como acabar com a aposentadoria dos trabalhadores (reforma da previdência), consolidar o fim da CLT e privatizar o que resta de Estado. Para ele, o Brasil não pode voltar ao que chama de "populismo" da era PT, ou seja, destinar um pouquinho de dinheiro aos mais pobres.


Paraíso era nos tempos de FHC

Para o Fraga, o Brasil vivia num paraíso nos tempos de FHC:  "Quando penso nos oito anos do governo Fernando Henrique [1995-2002], acho que foi um sonho. O normal não é aquilo, é o que está aí agora."

Armínio Fraga, é bom lembrar, em 2014, foi um dos mais entusiastas da campanha do Aécio Neves (PSDB). E também já dirigiu o Banco Central, de 1999 a 2002, no segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Está explicado.

LEIA TAMBÉM:

DA REDAÇÃO | A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou ontem (4) as regras para a demissão de servidor público estável por insuficiência de desempenho. O Projeto de Lei (PLS116/2017) é de autoria da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) e abrange os três Poderes de estados, municípios e União. O relator na CCJ foi o...

DA REDAÇÃO | Dados do Banco do Brasil comprovam que prefeitos e governadores continuam a receber verbas bilionárias do FUNDEB. Números relativos aos meses de agosto e setembro deste ano indicam, por exemplo, que apenas o município de Fortaleza-CE recebeu R$ 111.765.369,18. O Estado do Piauí, sempre apontado como o mais pobre da federação, ficou...