LULA | Ódio cresce e não é pequeno o risco de assassinato!

19/08/2017 21:07

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

DA REDAÇÃO | Segundo matéria da Folha (17), "cinco militantes anti-Lula foram detidos pela Polícia Militar da Bahia na noite de quinta-feira (17) após um deles [Adjalbas Pereira ] sacar uma arma durante chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Salvador." Um outro anti-Lula, Jarrão, também foi detido sob acusação de porte de armas.

Matéria do jornalista Luis Nassiff (setembro de 2016),  diz que "anos atrás o ex-presidente espanhol Felipe Gonzáles alertou Lula para se preparar porque o tentariam cassar, condenar e prender. Se não conseguissem tentariam matá-lo". Alerta foi testemunhado por Wellington Dias (PT), governador do Piauí.


Campanha de ódio

 Loucos como os que foram recepcionar Lula com armas de fogo na Bahia são alimentados com ódio e intolerância diariamente pela chamada 'grande mídia'. A Globo gasta horas e horas dos seus horários nobres para tentar convencer o povo de que Lula é o maior bandido e corrupto do planeta. Em setembro de 2016, "a revista fascista de nome Veja, por sua vez, estampou em sua capa uma foto de Lula com a cabeça decepada escorrendo petróleo e sangue". É uma apologia direta ao assassinato do petista.


Todo cuidado é pouco

Assim, pelo que se observa, Lula e sua equipe de segurança devem ficar cada vez mais atentos quanto a possíveis tentativas de assassinato do petista. À medida em que o tempo passa e os golpistas não conseguem provas concretas que possam levar à condenação e prisão do líder maior do PT, mais o ódio cresce e atitudes extremas não podem ser vistas como improváveis de ocorrer. Todo cuidado é pouco, portanto.

LEIA TAMBÉM: