As pernas curtas da mentira

23/10/2017 11:20

Por Renato Uchôa, educador | Essa senhora Mourão mente vergonhosamente em uma campanha para se promover. Candidata derrotada nas últimas eleições em Brasília, usa indevidamente o nome dos animais, pelo partido Humanista da Solidariedade. Agride a Equipe do Parque Zoobotânico com calúnias e difamações, para tirar do Parque uma ursa com idade bastante avançada, que diz que enlouqueceu, uma covardia mentir sobre o animal que diz defender. Afirma na ação que move, uma inverdade, "Mas não é só o calor extremo que aflige Marsha. A ração de cachorro é a única alimentação disponibilizada pelo gestor do Zoológico que se recusou no início de 2017 a doar o animal para um santuário, alegando ter um ambiente sadio, com alternativa de baixas temperaturas e alimentação saudável, o que não é verdade". "Ração de cachorro", é depreciativa com relação a importância que têm as diversas rações para os animais. Provavelmente deve defender a ração do prefeito mamulengo Dória de São Paulo. Mente descaradamente sobre a alimentação da ursa para criar um clima de terror, de comoção, e engana as pessoas de boa fé. Essa senhora esconde os contatos saudáveis, cordiais quando recebemos os representantes da Faos-PI no ano passado, inclusive com o secretário Ziza Carvalho. Tentamos fazer uma parceria envolvendo duas pautas fundamentais: reintroduzir mais de 350 animais na natureza, e o Barco Escola para o desenvolvimento de Programas de Educação Ambiental. Não há como negar, não foi dos representantes da Faos-PI, que rejeitou a parceria. A ordem veio de cima. O Projeto de Reintrodução em andamento, em uma das Etapas, sem a participação dos defensores dos animais, sem propaganda, soltura feitas de papagaios, curicas em uma região de Parnaíba-PI. É assim que trabalhamos. O Parque Estadual Zoobotânico (agora por Lei uma Unidade de Conservação, de Proteção) é um dos que mais cresce no Brasil. Avanços significativos na construção de obras estruturantes na implantação do Plano Diretor, vale o registro, arrefecimento em todos os recintos planejados para 2016/2017, como consequências do golpe perpetrado contra o Estado Democrático, que implantou o Estado de Terror que tem como principal característica o corte de verbas em todos os setores. Como se diz aqui no Nordeste que ela (Mourão) esqueceu, mente que dá bom dia a jumento para atingir seus objetivos midiáticos. O comportamento de uma jornalista que não checa, não procura o contraditório, a verdade, característico dessa senhora já lhe rendeu uma condenação em Brasília, quando fez acusações falsas a uma pessoa que criava um cachorro. Todas as pessoas que visitam o Parque Zoobotânico podem acompanhar a alimentação dos animais. A ursa tem um dos melhores recintos do Brasil, e um cuidadoso manejo nutricional. As pessoas que conhecem o Parque estão nos perguntando por onde andava essa senhora, quando nos empenhamos (juntos com o IBAMA) faz quase uma década, para tirarmos os ursos que viviam em jaulas, rodando o Brasil inteiro em cima de um caminhão. Os zoológicos são as únicas instituições que recebem 99% dos animais provenientes das apreensões do tráfico de animais silvestres, cuidam e encaminham as reintroduções. Portanto, ao contrário do que possa parecer, a senhora Mourão, envergonha a atuação de entidades que se preocupam honestamente com a defesa dos animais, quando mente sobre vários aspectos do manejo nutricional, especificamente no caso da alimentação da ursa. A senhora Mourão, inclusive desconsiderou a opinião do pessoal da Faos-PI.

MAIS ARTIGOS DE RENATO UCHÔA

LEIA TAMBÉM: