Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Leia e compartilhe...

08/12/2018
Explicações dadas por Bolsonaro para o caso em que seu filho, esposa e assessora são citados em transações financeiras suspeitas não convencem / Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Explicações dadas por Bolsonaro para o caso em que seu filho, esposa e assessora são citados em transações financeiras suspeitas não convencem / Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

As investigações do COAF e as 'ligações perigosas' entre a família Bolsonaro e amigos. Pesquisa indica que o caso pode levar o capitão a cair muito cedo

Palavra-chave: Bolsonaro | Investigação do COAF que cita Flávio Bolsonaro e Michelle Bolsonaro chega agora também ao presidente eleito Jair Bolsonaro. Investigadores descobriram que Nathalia Melo de Queiroz é uma das beneficiárias de dinheiro suspeito movimentado por seu pai — Fabrício Queiroz — ex-motorista de Flávio Bolsonaro. Segundo o site Metrópoles, Nathalia era até o mês passado (novembro) assessora parlamentar do capitão reformado do Exército. Isto traz sérias complicações ao presidente eleito, que pode ter o mesmo destino de Fernando Collor e cair muito cedo. Ver 'ligações perigosas' do caso após o anúncio e vote na enquete ao final da matéria.

Explicações dadas pelos suspeitos até aqui não convencem e pesquisa aponta que o capitão poderá ter o mesmo destino de Fernando Collor e ser apeado muito cedo da presidência. Isto, se assumir. Após o anúncio, dê também sua opinião e vote na enquete abaixo.

Leia também:

Jair Bolsonaro sabe que as urnas são seguras e que as pesquisas refletem vitória de Lula no primeiro turno, tal também como acertaram em relação ao próprio atual presidente em 2018. Por isso, só resta ao capitão berrar, para tentar tumultuar o dia do pleito e ganhar no grito. Coisa de baderneiro desesperado", diz o cientista político, que faz...