Quatro verdades sobre a Reação Defensiva Russa na Ucrânia

05/03/2022

O resto é intriga e fake news produzidas pelos EUA, OTAN e seus cupinchas espalhados na grande mídia capitalista mundial.

As organizações Globo estão entre as maiores espalhadoras de fake news do planeta. Foto/reprodução.
As organizações Globo estão entre as maiores espalhadoras de fake news do planeta. Foto/reprodução.

Mundo | Este sábado (5) marca o décimo dia da Reação Defensiva Russa na Ucrânia. Como era de se esperar, EUA, OTAN e demais integrantes do imperialismo na Europa bombardeiam o mundo com intrigas e fake news sobre os fatos e os motivos reais do conflito, com o objetivo de demonizar Putin e o próprio povo russo. Para tanto, usam poderosas armas de comunicação, como a Globo, por exemplo. 

Após o anúncio, apresentamos quatro verdades óbvias sobre a questão, algo que, tristemente, até alguns setores da esquerda se negam a ver, enebriados pela fumaça podre das mentiras imperialistas.

Verdades que a Globo sabe, mas não mostrará para você

Não é guerra do Putin ou invasão à Ucrânia. Trata-se de uma reação defensiva necessária e legítima de um país, no caso a Rússia. O jornalista Breno Altman, do site Ópera Mundi, definiu bem a questão: "Não é correto falar de invasão Russa na Ucrânia. Ou de ataque. Trata-se de um contra-ataque, de guerra defensiva. A responsabilidade pelo conflito é dos EUA e da Otan, que decidiram ameaçar a segurança russa através da Ucrânia. Putin reagiu contra a escalada imperialista."

Putin não agiu de forma precipitada ou fugiu das negociações. Só para citar um passado mais recente, desde 2014 os EUA e OTAN passaram a usar a Ucrânia de forma mais incisiva para tentar dominar a Rússia militarmente. Para tanto, depuseram um presidente eleito democraticamente e colocaram no poder fantoches, como esse senhor Zelensky. Esse indivíduo é apologista da violência e aliado de nazifascistas armados no país. A ideia imperialista é colocar a Ucrânia na OTAN, para instalar na região armamento bélico pesado não contra Putin, e sim contra o povo russo. Putin esperou oito anos para reagir. Seu único erro foi esse.

Tal como referenciado no item anterior, Zelensky não é nenhum pacifista ou flor que se cheire. Bem ao contrário. Durante a campanha eleitoral em que se elegeu, divulgou um monstruoso vídeo onde simula fuzilamento de quem pensa diferente dele. E, de forma aberta, é aliado de nazifascistas armados em seu país, o Bando Azov, responsável por perseguir mulheres, gays, pretos e sindicalistas ligados à esquerda. Putin está correto em promover caça a essa corja que a mídia venal do planeta tenta vender como "gente de bem".

A mídia capitalista que faz a cobertura dos acontecimentos não trabalha com jornalismo, e sim com falsificação dos fatos. Globo e outras mundo afora são financiadas em grande parte pelos imperislistas interessados em usar a Ucrânia e seu povo para dominar a Rússia.



Só para relembrar: nenhum país é mais criminoso ou responsável por mortes de inocentes em conflitos que os EUA. Confira abaixo:

Lista de todos os países bombardeados pelos Estados Unidos/OTAN sob o pretexto de estabelecer a Democracia desde a 2º Guerra Mundial*

  1. China 1945-1946 
  2. Coréia 1950-1953
  3. China 1950-1953
  4. Guatemala 1954
  5. Indonésia 1958
  6. Cuba 1959-1960
  7. Guatemala 1960
  8. Congo Belga 1964
  9. Guatemala 1964
  10. República Dominicana 1965-1966
  11. Perú 1965
  12. Laos 1964-1973
  13. Vietnã 1961-1973
  14. Cambodja 1969-1970
  15. Guatemala 1967-1969
  16. Líbano 1982-1984
  17. Granada 1983-1984
  18. Líbia 1986
  19. El Salvador 1981-1992
  20. Nicarágua 1981-1990
  21. Irã 1987-1988
  22. Líbia 1989
  23. Panamá 1989-1990
  24. Iraque 1991
  25. Kuwait 1991
  26. Somália 1992-1994
  27. Bósnia 1995
  28. Irã 1998
  29. Sudão 1998
  30. Afeganistão 1998
  31. Sérvia 1999
  32. Afeganistão 2001
  33. Iraque 2003
  34. Líbia 2011
  35. Somália 2022
  36. Iêmen (Via aliados da Arábia Saudita). 2022
  37. Faixa de Gaza (via aliados Israelenses com drones dos EUA) 2022

Responda a seguinte pergunta: quantas vezes, nasceu uma Democracia reconhecida por essas intervenções militares norte-americanas? Quantas vezes os EUA e a OTAN receberam sanções econômicas?

*Fonte: perfil no Facebook de Mara Rúbia Lula Arraes.

Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. Aproveite para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - Celular 86988453625 João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre mundo...

Canção escrita por Michael Jackson e Lionel Richie — e gravada por 44 super astros do pop internacional — completa hoje 38 anos. Movimento visou arrecadar fundos para combater a fome na África. Mas foi muito pouco para enfrentar uma iniquidade que é própria de um regime em que as pessoas são divididas em classes sociais.