O sobrinho do amigo do governador

23/01/2022
Uma história muito interessante. A cara do Brasil e das nossas polícias. Imagem ilustrativa: Depositphotos.
Uma história muito interessante. A cara do Brasil e das nossas polícias. Imagem ilustrativa: Depositphotos.

Flávio N Noleto, docente e jurista

+ artigos deste autor

Comportamento | Um garoto de uns vinte anos foi apanhado pela PM ao tentar tomar um celular de uma senhora. Alto, branco, olhos claros, bem apessoado e falante, o rapaz disse ao policial que lhe dera uma gravata que era sobrinho de um amigo do governador. A frase soou mágica e como uma ordem. O tira suavizou rapidamente a abordagem, mas disse que teria de levá-lo à delegacia.

— Delegacia? O senhor está louco? Meu tio e o governador não o perdoarão por tamanha imprudência.

— É nossa obrigação, disse mansamente o policial.

— Obrigação? Obrigação você terá quando meu tio e o governador souberem disso que você ameaça fazer. Olhe, garanto que nunca mais receberá uma promoção. E para ser demitido, bastará soltar um peido no quartel. Será considerado grave indisciplina e forte desrespeito aos comandantes indicados pelo amigo de meu tio, que já avisei quem é.

Tal conversa era assistida passivamente por outros dois policiais que participavam da operação. Um deles chamou os colegas, cochicharam por alguns segundos e decidiram liberar o rapaz.

— Vá para casa e crie juízo, menino —, disseram quase em uníssono ao entrarem correndo na viatura.

Descobriu-se depois que o garoto não era sobrinho de amigo de governador nenhum. Provavelmente, gargalha até hoje do ocorrido.

Esta história me foi enviada no final do ano passado por um amigo de Belo Horizonte. Verídica ou não, tem tudo a ver com o nosso Brasil, onde as polícias só são valentes para pretos, pobres, favelados e putas. 



Compartilhe e curta abaixo nossa página no Twitter e Facebook, para receber atualizações sobre este tema. Aproveite para deixar uma pequena doação ao nosso site.

Ajude com uma pequena doação de qualquer valor. Temos custos a pagar todos os meses e, para manter nossas publicações, precisamos de seu apoio. Se não quiser ou não puder doar, continue a nos acessar do mesmo jeito. Gratos.

PIX - Celular 86988453625 João R P Landim Nt

Siga-nos!

Mais recentes sobre política