Suspeita de assassinato cresce porque avião que levava Teori era super seguro e usado até por presidentes dos EUA

20/01/2017 13:58

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Da Redação | Crescem as especulações sobre a inusitada morte do poderoso ministro Teori Zavascki, relator da operação lava-jato no STF e responsável por apurar as delações contra peso-pesados da república, como Michel Temer e Alexandre Padilha, com 43 e 45 citações cada um, respectivamente. 

"Zavascki decidia quem seria investigado ou não. Processado ou não. Condenava, absolvia, ainda que sujeito a ter suas decisões alteradas pelo colegiado. Porém, sem andamento de Teori, nada andava para políticos com foro privilegiado".

Lula não tem foro privilegiado e, assim, não seria julgado pelo STF antes de passar por pelo menos duas instâncias da Justiça comum. Logo, não corria risco de ser condenado pelo falecido ministro.

O caso é tão suspeito que um dos principais investigadores da lava jato, o delegado federal Marcio Adriano Anselmo pediu a investigação "a fundo" da morte do ministro Teori Zavascki na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht.  

"Esse 'acidente' deve ser investigado a fundo", escreveu Marco em sua página no Facebook, destacando a palavra "acidente" entre aspas. 

Desconfianças cresceram ainda mais quando se divulgou o perfil do avião que caiu com o ministro. Segundo matéria do 247, "o avião no qual Teori foi acidentado era um Hawker Beechcraft King Air C90 prefixo PR-SOM pertencente o grupo Emiliano Empreendimentos".

"Trata-se de um excelente avião. É o único bimotor pequeno que o serviço secreto norte-americano autoriza o presidente dos Estados Unidos a usar. E é muito improvável que um ministro do STF se metesse em um avião em condições duvidosas de manutenção".

Enfim, o povo quer saber: Foi acidente ou assassinato?

Michel Temer é quem indicará o substituto de Teori Zavascki

Veja os acusados na lava-jato e que estavam nas mãos do ministro:

Estão na lista também: RODRIGO MAIA (DEM), ROMERO JUCÁ (PMDB), EUNÍCIO OLIVEIRA (PMDB), GEDDEL VIEIRA LIMA (PMDB), EDUARDO CUNHA (PMDB), JAQUES WAGNER (PT), DELCÍDIO DO AMARAL (ex-PT), INALDO LEITÃO, ex-deputado pela Paraíba, AGRIPINO MAIA (DEM), DUARTE NOGUEIRA (PSDB), LÚCIO VIEIRA LIMA (PMDB), FRANCISCO DORNELLES (PP), ARTHUR VIRGÍLIO (PSDB), CIRO NOGUEIRA (PP), HERÁCLITO FORTES (PSB), seria o 'Boca Mole', GIM ARGELLO (DF), ex-senador, PAES LANDIM (PTB), seria o 'Decrépito', ANDERSON DORNELLES, ex-braço direito de Dilma, seria o 'Las Vegas', LÍDICE DA MATA (PSB-BA) Senadora, seria a 'Feia'; JOSÉ CARLOS ALELUIA (DEM-BA), seria o 'Missa'

Leia também: