Vejam quem são os senadores que contrariaram o STF e salvaram a cara do Aécio! Leia e compartilhe...

17/10/2017 19:01

DA REDAÇÃO | Em sessão hoje (17) no Plenário do Senado, 44 parlamentares contrariaram decisão do STF e salvaram Aécio Neves (PSDB) de cassação e da possibilidade imediata de o mesmo ir parar na cadeia. O "mineirinho" foi salvo por uma maioria de golpistas, os mesmos que votaram pelo afastamento da presidenta Dilma Rousseff (PT) em 2016. Apenas 26 senadores se posicionaram contra o tucano. (Ver lista com foto ao final da matéria).

Aécio é acusado de uma infinidade de crimes, dentre os quais corrupção passiva, ativa e tentativa de obstrução da justiça. O tucano agora poderá reassumir seu mandato e, ao lado do seu comparsa Michel Temer (PMDB), tramar ainda mais contra os interesses coletivos, em particular contra os direitos da classe trabalhadora.

Os senadores que livraram a cara do Aécio:

Fernando Collor (PTC-AL)

Antônio Anastasia (PSDB-MG)

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Ciro Nogueira (PP-PI)

Airton Sandoval (PMDB-SP)

Ataídes Oliveira (PSDB-TO)

Benedito de Lira (PP-AL) 

Cidinho Santos (PR-MT) 

Dalirio Beber (PSDB-SC)

Dário Berger (PMDB-SC) 

Davi Alcolumbre (DEM-AP)

Edison Lobão (PMDB-MA) 

Eduardo Amorim (PSDB-SE)

Eduardo Braga (PMDB-AM) 

Eduardo Lopes (PRB-RJ)

Elmano Férrer (PMDB-PI)

Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE)

Flexa Ribeiro (PSDB-PA)

Além dos acima, também votaram a favor de Aécio: Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN); Hélio José (PROS-DF); Ivo Cassol (PP-RO); Jader Barbalho (PMDB-PA); João Alberto Souza (PMDB-MA); José Agripino Maia (DEM-RN); José Serra (PSDB-SP); Maria do Carmo Alves (DEM-SE); Marta Suplicy (PMDB-SP); Omar Aziz (PSD-AM); Paulo Bauer (PSDB-SC); Pedro Chaves (PSC-MS); Raimundo Lira (PMDB-PB); Renan Calheiros (PMDB-AL); Roberto Rocha (PSDB-MA; Romero Jucá (PMDB-RR); Simone Tebet (PMDB-MS); Tasso Jereissati (PSDB-CE); Telmário Mota (PTB-RR); Valdir Raupp (PMDB-RO); Vicentinho Alves (PR-TO); Waldemir Moka (PMDB-MS); Wellington Fagundes (PR-MT); Wilder Morais (PP-GO); Zeze Perrella (PMDB-MG)