PSTU se isola da base e perde importante sindicato no Piauí

17/02/2017 10:11

Zé Maria Almeida, dirigente nacional do PSTU / Foto: Internet
Zé Maria Almeida, dirigente nacional do PSTU / Foto: Internet

O PSTU perdeu importante sindicato em Teresina, capital do Piauí. Nas eleições do SindsermThe, ocorridas dia 15 de fevereiro, a chapa composta por integrantes deste partido ficou em segundo lugar e perdeu para um agrupamento denominado "Ruptura Socialista", composto inclusive por muitos ex-militantes do próprio PSTU. O partido de Zé Maria e Eduardo Almeida estavam na direção do SindsermThe já há dois mandatos.

Segundo Joaquim Monteiro, ex-PSTU e agora "Ruptura Socialista", o SindsermThe "no ultimo triênio tornou-se uma 'repartição' burocrática, na qual o próprio servidor municipal não se sentia mais à vontade. Imagine para quem não o era, que passou a ver a sede como um ambiente hostil". Monteiro compõe a chapa vencedora.

O militante diz também em alusão à postura do PSTU no SindsermThe que "nos sindicatos burocratizados, o principal 'departamento' é o jurídico, onde os servidores são incentivados a delegar seu protagonismo de luta para os advogados da entidade. Na ultima gestão, nosso sindicato se tornou algo parecido, isso sobrecarrega este setor e desobriga os dirigentes de fazer o contanto com a base para dar as respostas políticas que ela merece".

Joaquim Monteiro, ex-PSTU
Joaquim Monteiro, ex-PSTU

Por fim, Monteiro afirma que "o que levou a atual gestão [PSTU] à derrota nesta eleição foi a inoperância e a inação durante todo o mandato. Inoperância que fez com que a categoria perdesse a confiança num sindicato que tem tradição de luta forjada nas greves desde a década passada, como as históricas greves de 2002, 2006 e a de 2012.

Nas eleições que deu a vitória ao "Ruptura Socialista", a chapa vencedora, encabeçada por Sinésio Soares, também ex-militante do PSTU, obteve 872 votos, contra 522 da Chapa 1, comandada por Letícia Campos (foto), presidente do SindsermThe até 21 deste mês. Letícia é dirigente do PSTU no Piauí. A companheira de partido de Letícia, a professora Ana Célia, encabeçou a chapa perdedora.

Foto: Cidade Verde
Foto: Cidade Verde

DA REDAÇÃO | O conluio entre Gilmar Mendes (STF) e Aécio Neves (PSDB) é realmente muito forte. Segundo matéria da Folha de S.Paulo (19), "Mendes conversou com Aécio no dia 25 de abril de 2017, quando deu decisão favorável ao tucano para que ele não precisasse prestar depoimento à Polícia Federal em um dos inquéritos da Lava Jato. A informação...