PESQUISA | A Violência contra professora de SC e indenização a educadores agredidos nas escolas! Clique e vote!

21/08/2017 21:00

Professora Márcia Friggi / Imagem extraída de: Brasil 247
Professora Márcia Friggi / Imagem extraída de: Brasil 247

DA REDAÇÃO | A professora Márcia Friggi foi brutalmente agredida por um de seus alunos, de apenas 15 anos, nas dependências de uma escola de Indaial, interior de Santa Catarina. Marcia resumiu seu sentimento em uma palavra: "Dilacerada". Tal fato serviu para levantar um debate: educadores devem receber por parte dos governos algum tipo de indenização caso sejam agredidos nas escolas públicas? Dê sua opinião ao final da matéria.


Coragem de desabafar, denunciar e responsabilizar também os governos

"O último soco me jogou na parede. Estou dilacerada por ter sido agredida fisicamente. Estou dilacerada por saber que não sou a única, talvez não seja a última. Estou dilacerada porque me sinto em desamparo, como estão desamparados todos os professores brasileiros.

"Estamos, há anos, sendo colocados em condição de desamparo pelos governos."

Como a professora Márcia destacou, ela não é a unica e certamente também não será a última a ser agredida por alunos ou outros no interior das escolas de todo o país. Segundo pesquisa de 2014 da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 12,5% dos professores ouvidos no Brasil disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos pelo menos uma vez por semana. Ou seja, é algo corriqueiro, da rotina dos mestres e das escolas.


Indenização

Além de denunciar, os professores agredidos nas escolas devem também buscar algum tipo de indenização do poder constituído. Se cabe aos gestores públicos — principalmente governadores e prefeitos — oferecer a todos os que estão no ambiente escolar conforto e segurança, então, se por exemplo um professor é agredido, ainda mais se isso é rotina, ele deve ter o direito de requerer do poder público algum tipo de indenização por danos morais e/ou físicos contra sua pessoa. A indenização deve inclusive ser em dinheiro, nos casos mais graves. Isto poderia forçar os governos a encarar esse grave problema de forma mais séria.


Vote na enquete abaixo do anúncio:

LEIA TAMBÉM: