Novos e milionários banquetes devem ser ofertados aos parlamentares para que aprovem as reformas previdenciária e trabalhista

10/01/2017 13:17

Da Redação | Sem crise. Segundo o portal da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia afirmou semana passada que a reforma da Previdência (PEC 287/16) e a reforma trabalhista (PL 6787/16) serão aprovadas neste primeiro semestre de 2017. Projetos já estão com os parlamentares. Caso isto se consolide, trabalhadores terão enormes prejuizos, pois praticamente ficarão impedidos de se aposentar. E também na prática perderão direitos trabalhistas conquistados na CLT.

Segundo comentários nos corredores de Brasília, Michel Temer deverá chamar no mínimo dois novos banquetes palacianos para estimular deputados e senadores a aprovarem as medidas. Ministros também devem participar. E todos têm direito a levar acompanhantes. Evidentemente, tudo pago com dinheiro do povo.

A malandragem de promover comilanças às custas do erário público já foi usada pelo governo recentemente, quando da aprovação da PEC 55. Na oportunidade, vários banquetes foram ofertados aos parlamentares. "E deu certo", comemoraram Temer & Cia.

Veja o que normalmente é servido em banquetes que envolvem autoridades como presidente da república, ministros, deputados e senadores. Como regra, iguarias e bebidas finíssimas. E tudo importado:

Comidas

Italian White Alba Truffle - US$ 160.406 - As trufas são espécies de fungos subterrâneos com aroma e sabor marcantes.

Craftsteak's Wagyu Ribeye Steak - US$ 2.800 | A carne Wagyu tem alta porcentagem de ácidos graxos ômega-3 e ômega-6. Muito indicada para políticos de todas as idades, sobretudo aos mais velhos.

Almas Caviar - US$ 25.000 - O caviar Almas é uma comida extremamente rara do Iran. É exclusividade da Caviar House & Prunier, localizada em Picadilly, Londres. 

Bebidas

Vinho Romanee-Conti, France - Preço médio: US$ 13,314

Champanhe Krug - Preço médio: £1.080

Vinho Henri Jayer Richebourg, France - Preço médio: US$ 15.195

Com informações de: http://top10mais.org/ e http://blogs.gazetaonline.com.br

Leia também: