Folha: Aécio condena chacinas e diz que prisão deve ser lugar de justiça, não de vingança da sociedade! O tucano virou progressista?

09/01/2017 08:10

Senador Aécio Neves (PSDB) / Imagem: Agência Brasil
Senador Aécio Neves (PSDB) / Imagem: Agência Brasil

Um mineiro bastante espirituoso diz que Aécio quer prisões mais humanizadas não por questão de justiça social, e sim porque sabe que a qualquer momento pode ter o mesmo destino de Sérgio Cabral. (Vote na enquete no final da matéria).

Da Redação | Aécio Neves (PSDB) escreve todas as segundas-feiras no jornalão Folha de S.Paulo. No artigo de hoje (9) ele diz, logo no título: "Prisão deve ser lugar de justiça, não de vingança da sociedade".

O texto condena as chacinas ocorridas em Manaus e Roraima, e é um tapa na cara dos conservadores e reacionários que seguem o tucano. Muitos eleitores aecistas comemoraram as matanças nos presídios e as defendem como política de Estado para combater a violência.

A postura progressista de Aécio em artigo na Folha não condiz, contudo, com as suas ações no Senado e Congresso Nacional. O chamado 'mineirinho' é um dos principais articuladores do governo Temer, em particular quando se trata de cortar recursos públicos de áreas prioritárias, como a própria Segurança. A PEC 55 é o maior exemplo disso até aqui. E Aécio é um de seus maiores defensores.

Aécio Neves e seu PSDB são ainda os maiores privatistas do país. A penitenciária de Manaus, onde 56 presos foram chacinados, é privatizada e dirigida pela empresa "Ummanizare". É esse o modelo privatista de Aécio, a exemplo também do que ocorreu em Minas, com a tragédia de Belo Monte, onde uma empresa privada estava por trás do ocorrido e o PSDB foi o pai de tal privatização.

Um mineiro bastante espirituoso, que prefere não se identificar, diz que Aécio quer prisões mais humanizadas não por questão de justiça social, e sim porque sabe que a qualquer momento pode ter o mesmo destino de Sérgio Cabral. Será?

Vote na enquete abaixo:

Leia também: