MAIS IMPOSTOS | Desgoverno quer elevar imposto de servidores aposentados e aumentar também outros tributos! Saiba mais e compartilhe...

28/07/2017 07:59

Temer e Henrique Meirelles (Fazenda) Foto: Agência Brasil
Temer e Henrique Meirelles (Fazenda) Foto: Agência Brasil

DA REDAÇÃO | Após aumentar impostos sobre os combustíveis, Michel Temer (PMDB) e sua equipe econômica agora querem elevar a contribuição previdenciária dos servidores federais de 11% para 14%. Além disso, a equipe econômica do desgoverno estuda também aumentar outros tributos.

Segundo o Brasil 247: 

"Com a arrecadação em baixa, o governo começou ontem (27) a discutir com líderes da base aliada no Congresso maneiras para reduzir despesas e elevar a arrecadação. No cardápio de opções, estão a elevação da contribuição previdenciária dos servidores federais de 11% para 14%, o aumento de outros impostos além do PIS/Cofins sobre combustíveis; mais cortes de gastos e a própria ampliação do déficit primário de 2017, cuja meta é um rombo de R$ 139 bilhões."

"O martelo será batido em agosto, durante a preparação da proposta orçamentária de 2018 a ser enviada ao Congresso. Na ocasião, o governo decidirá ainda se vai mesmo adiar ou cancelar os reajustes prometidos aos funcionários públicos e outras medidas de corte de despesas, além do aumento de impostos."

LEIA TAMBÉM:

DA REDAÇÃO | Em entrevista à Folha de S.Paulo (22), o ministro Henrique Meirelles (Fazenda) soltou algumas pérolas e disse quase de forma direta que os trabalhadores rejeitam Lula, aceitam perder direitos com as reformas e querem mesmo é um governo que dê mais proteção aos ricos. Meirelles, filiado ao PSD, é o principal assessor de Michel Temer...