BRASÍLIA | Governo lança propostas aos servidores públicos de todo o país e funcionalismo responde à altura! Leia e compartilhe...

02/08/2017 10:59

DA REDAÇÃO | O "presidente" Michel Temer (PMDB) lançou no final do mês de julho último uma série de propostas (todas indecentes) aos servidores públicos de todo o país, em particular aos da União e Estados. O teor de todas elas, para o funcionalismo desses dois grupos (ver mais abaixo), é baseado em congelamento salarial, supressão de direitos e até demissão. 

Em resposta, através de pesquisas livres pelas redes sociais (vote na enquete ao final da matéria), o funcionalismo tem dito não a todas essas medidas. A chamada "grande mídia", financiada em parte com recursos do Governo Federal, esconde a insatisfação dos servidores e só posta matérias a favor dos projetos do Palácio do Planalto.

Veja o que propõe o desgoverno Temer para os servidores federais, através da Medida Provisória MP nº 792:

  1. Exoneração, através de um Programa de Desligamento "Voluntário", onde quem aceitar leva apenas 1,25 salário por ano trabalhado. (Leia mais aqui).
  2. Redução salarial proporcional a redução de carga horária, onde o servidor pode perder até 50% de sua remuneração. (Leia mais aqui).
  3. Licença sem remuneração por até seis anos. (Leia mais aqui).

Para os estaduais, através de Decreto Presidencial e Lei Complementar LC nº 159:

  1. Congelamento salarial. (Leia mais aqui)
  2. Proibição de quaisquer acréscimos de vantagens ou crescimento na carreira. (Leia mais aqui).
  3. Programa de Demissão Voluntária. (Leia mais aqui)

Até a data e horário de fechamento desta postagem, uma grande maioria de internautas disse não aos macabros planos de Temer para os servidores públicos do país. 

Vote na enquete abaixo e deixe também sua opinião:

LEIA TAMBÉM: