Escândalo | "Ministro" mente em rede nacional sobre educação básica e é contestado por educadores! Assista e compartilhe...

24/12/2017

DA REDAÇÃO | O sr. Mendonça Filho (DEM-PE), "ministro" golpista do ilegítimo e imoral desgoverno Temer (PMDB), usou Rede Nacional de rádio e TV (20/12) para mentir sobre a educação básica do País. Fake news certamente custou caro aos cofres públicos.

O "ministro" falou sobre a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que vai orientar os currículos da educação básica, notadamente da educação infantil e do ensino fundamental. É muita mentira em 2 minutos e 37 segundos. Leia o que dizem educadores mais abaixo.

As mentiras do "ministro"

Mendonça Filho alardeou que a BNCC foi construída de forma democrática e que, com sua aprovação, o Brasil se alinha aos melhores e mais qualificados sistemas educacionais do mundo. Diz também que a base é um grande passo para diminuir desigualdades educacionais no Brasil e que nossos jovens e crianças passarão a adquirir conhecimentos essenciais e indispensáveis para a vida. 

O que dizem os educadores

Antes mesmo da veiculação da fala do "ministro", educadores sérios de todo o País já denunciavam que essa BNCC imposta por Mendonça Filho e por Michel Temer não passa de mais um golpe contra a educação brasileira. Veja, após o anúncio:

"Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação — CNTE, o documento (BNCC) não condiz com a realidade vivida nas escolas públicas do Brasil, além de ser ilegítimo, pois a construção do texto não foi democrática." (Site da CNTE, 15/12/2017).

"O texto da BNCC contraria a legislação existente no país. Ela vai contra a Constituição Federal, a vários artigos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e a artigos do Plano Nacional da Educação. Além disso, o documento desconsidera temas sensíveis na sociedade e nas escolas, como a identidade de gênero e diversidade sexual." (Site da CNTE, 15/12/2017). (Continua após o anúncio).

[Com essa BNCC], "o MEC empodera forças conservadoras da sociedade, intensificando o machismo e as inúmeras formas de intolerância contra grupos sociais e pessoas." (Site da CNTE, 15/12/2017). 

Em resumo: Mendonça Filho torrou muito dinheiro público para, mais uma vez, mentir ao povo brasileiro. Cabe aos educadores comprometidos com a verdade desmascarar esse ministro fake, tal como faz a CNTE.

LEIA TAMBÉM:

DA REDAÇÃO | Preocupados com a ausência de votos necessários para acabar a aposentadoria dos trabalhadores na Câmara dos Deputados (é preciso no mínimo 308 votos), golpistas já estudam outras formas de penalizar ainda mais a maioria do povo. Em matéria de hoje (9) da Folha de S.Paulo, um Consultor do Senado (Pedro Fernando Nery) foi escalado para...