Em artigo na Folha, Aécio diz que Temer acerta ao instituir idade mínima de 65 anos para aposentadoria

16/01/2017 09:23

Foto divulgação: Google
Foto divulgação: Google

Da Redação | Em artigo publicado hoje (16) na Folha de S.Paulo, o bonvivã senador Aécio Neves diz que a reforma da previdência proposta por Michel Temer é necessária e quase perfeita. Em particular, elogia a proposta de 65 anos para que homens e mulheres possam se aposentar. O título do texto é: "Um debate franco e honesto precisa pautar mudanças na Previdência".

Ele diz, logo no primeiro parágrafo, que mudanças (como os 65 anos de idade mínima)  visam "restaurar a confiança, a solidez e a responsabilidade em relação aos destinos do país"

Ou seja, para o senador, o Brasil está 'sem confiança' porque os brasileiros se aposentam muito cedo. Com outras palavras, ele chama os trabalhadores de vagabundos.

Aécio diz ainda que: "A realidade é incontestável: tal como está, o sistema (previdenciário) brasileiro simplesmente não sobrevive, é impagável, insustentável. Mudar é, portanto, imperativo". O que ele não diz é que 'rombos na previdência' não são culpa dos trabalhadores e sim de governos como os da era FHC, da qual o 'mineirinho' é um dos maiores defensores.  

Em suma, o senador enfatiza que: "Os contornos da reforma são bons, apontam na direção correta ao aproximar nosso sistema dos modelos prevalentes ao redor do mundo. Em especial, acertam ao instituir idade mínima para concessão de benefícios e equalizar os diversos regimes existentes". (Grifo nosso).

Os 'contornos da reforma' são bons para ele, que nunca pegou nem pega no pesado. Um cara de pau é o que é.  

Leia também: