Oportunista | Após beijos e abraços, Marina agora lamenta a absolvição de Aécio! Saiba mais e compartilhe...

19/10/2017 16:59

DA REDAÇÃO | Em seu perfil no Facebook (18), a presidenciável Marina Silva (Rede) lamenta que o Senado tenha reconduzido Aécio Neves (PSDB) ao seu mandato, além ainda de tê-lo livrado da cadeia. 


Diz Marina:

"Prevaleceu aquilo que havíamos denunciado dias atrás: o autoindulto privilegiado. A estratégia corporativa para salvar o mandato de Aécio [PSDB] serviu como defesa antecipada para salvar o mandato de outros, uma forma de enfraquecer o trabalho que vem sendo feito pela operação Lava-Jato no combate à corrupção e à impunidade."

Na prática, tal posicionamento é uma profunda hipocrisia de Marina, vez que em 2014 ela ajudou a quase eleger Aécio, mesmo sabendo, já àquela época, que o Mineirinho era acusado de escabrosos escândalos de corrupção quando esteve à frente do governo de Minas Gerais. 

Além do mais, o que justifica alguém que tem origem na esquerda (Marina vem do PT) lamentar o enfraquecimento da lava-jato, uma operação fascista que tem como fim perseguir Lula e o partido de origem da própria dirigente da Rede? Marina Silva, decididamente, não passa de uma grande oportunista.

LEIA TAMBÉM: